domingo, 30 de janeiro de 2011

Morte.

Não sei o que acontece comigo e nem sei quando isso vai parar,REALMENTE, tenho um comportamento estranho perante a morte, neste domingo, as 11:30 da manhã tive a notícia que me fez chorar, pensar...e estou assim até agora.
O filho de 2 aninhos de uma amiga da faculdade, faleceu hoje, sem motivo aparente, na madrugada ...
O comportamento estranho que menciono, é esta sensação que sinto, ao ouvir uma notícia dessas, por mais que eu me informe e acredite em vida após morte, eu não consigo ficar light,não sei o que falar para essa mãe então só faço abraçar e me fazer presente...fico em silêncio... não consigo ficar no lugar dessa mãe por muito tempo, pois sinto uma dor imensa....

Deixo aqui um texto de Charles Chaplin, que gosto muito.

“A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo,faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?”

Beijinhos Silenciosos...



8 comentários:

  1. Eu tambem sou assim.... mesmmo que eu nao conheca a pessoa...
    Eu tenho sindrome do panico... O meu analista disse que e' por causa disso...
    Seria interessante voce fazer alguns exames ou ate mesmo conversar com o seu medico...
    fique bem...
    ...
    ah,
    vai ter sorteio no meu blogue... e' coisa boba, mas passa la depois, de repente voce se interessa... rsrsrsrs
    bjao

    ResponderExcluir
  2. Olá minha querida!

    Não somos perfeitos meu anjo, estamos aqui para um longo aprendizado.

    Também sou como tu, não sei confortar ninguém em sofrimento, por que sofro junto.
    Choro muito facilmente, só de pensar no sofrimento alheio, já estou chorando.

    É diário eu chorar com as notícias na tv.
    Choro pelos inocentes e pelos ignorantes.
    Já pensei se não será algo relacionado à minha vida passada.

    A dor desta mãe minha querida, é de dimensão infinita, um dor incessante.
    Um ombro para chorar é o melhor que podes dar e é o melhor que ela pode receber.

    Beijinho grande!

    ResponderExcluir
  3. Oi Roberta

    Eu também não saberia o que dizer a esta mãe. Mas acho que você fez o certo, ficou com ela, porque não há mesmo o que dizer neste caso. Para nós vai contra a Natureza um filho perder a vida antes dos pais.
    Com relação aos mais velhos, realmente somos egoístas em querer que fiquem conosco mais tempo, por muitas vezes sofrendo muito, e fazendo a própria família sofrer.
    Não é fácil para ninguém lidar com a morte.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  4. Olá, querida!!
    Acho que não é só vc não que se sente tão dolorida diante de uma notícia dessas. Mesmo que não seja diretamente com vc, a gente se coloca no lugar dos que ficam (ainda mais uma mãe!) e sofre junto. Dói demais! Mesmo com a certeza de que a morte é apenas uma separação, não é eterna...

    Eu concordo plenamente com o texto que vc escolheu, é perfeito e deveria ser assim mesmo! Seria realmente ótimo ;)

    Beijos carinhosos
    e um abraço

    Ju

    ResponderExcluir
  5. Namastê!

    Obrigada minhas queridas pelo apoio.

    Muita LUZ!!!

    ResponderExcluir
  6. Não tenho noção do sofrimento dessa mãe, e acho que a perda de um filho é a provação suprema pelo que poderemos passar na vida. Só desejo que algures no coração dessa mãe, ela sinta algum conforto, de alguma forma.
    Nós, os que estamos ao lado, nem precisamos falar; somente dar o ombro, e simplesmente estar ali, para o outro.

    Beijinhos, Roberta.

    ResponderExcluir
  7. Sim Fernanda, o sofrimento dela eu também não consigo avaliar, um pouquinho que tento ficar no lugar...sinto uma dor imensa!!!
    Estamos todos unidos, dando apoio espiritual e moral, ela é uma mulher amiga e admirada por todos!!

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  8. Peço a todos que se puderem orem, metalizem coisas boas...etc. Para que esta mãe se erga.

    Obrigada.
    Muita LUZ!

    ResponderExcluir

♥ Obrigada pelo comentário, sua opinião é muito importante! Beijinhos Iluminados!

Gratidão!

Gratidão!