sexta-feira, 1 de julho de 2011

Renascer!!!

(…)Clarice Pínkola escreve sobre o ciclo da vida-morte-vida. Ela diz que morremos e nascemos muitas vezes, às vezes num mesmo dia, numa mesma semana, num mesmo mês, na mesma vida.
Fala que morte não é prenúncio do fim, mas de um início, e mais, diz que é nossa a tarefa de matar, matar algo para permitir que uma nova vida venha.

Matar dentro de nós. Questão de espaço. Faz sentido. É que não comportamos tudo. Não há espaço para tanto sentir.

E quando insistimos em manter vivos certos sentimentos através de respiração artificial, não há espaço para nascer nada de novo.

Então temos que abrir o baú e matar dentro de nós mágoas, dores – velhas ou novas, emoções empoeiradas, vícios humanos, escolhas erradas, ferimentos mantidos sangrando, decepções, conceitos obliterados, amores infelizes, imagens amareladas, relacionamentos passados, tristezas, amarguras, pessoas … E por aí vai …
A lista é individual, cada um tem a sua. O que é comum a todos é a responsabilidade de, interiormente, exterminar, dar fim ao que é ruim para que algo novo e bom nasça.
É fácil? Não mesmo.

A aparência de qualquer morte é sempre feia e matar internamente não é simples impulso, é decisão pensada, medida e avaliada.
É fato que temos sempre a opção de continuar achando que os barcos do sentir seguem seu curso e, chegada a hora, ultrapassando a linha do horizonte do coração, morrerão por si só.
Mas, na verdade isso significa manter no nosso âmago tudo até o lixo – que amealhamos, em arquivos abarrotados que crescem e crescem embotando a vida, e nos enganarmos dizendo: são arquivos mortos.

É isso ou então encaramos a megera e aprendemos a matar.

O que deverá morrer em mim hoje? Essa é a pergunta que ela sugere para começar e eu , com a experiência de observadora criança, humildemente acrescento: não basta escolher dentro de nós o que vai morrer, e em seguida matar.
É preciso enterrar.
Porque às vezes o que nos fez mal já está pra lá de morto, mas mantemos mumificado dentro de nós, para usarmos como referencial, para não esquecermos do que sofremos e não cairmos de novo nas mesmas armadilhas. Outro engano. Nada é igual nunca e dores embalsamadas não servem como exemplo, nem protegem, só paralisam.
Não há fórmula.
Não há bulas.

A única maneira de viver é permitir que a vida nasça e morra e de novo nasça, tantas vezes quanto forem necessárias (…)
(Maine Virginia Carvalho)

Lindo Fim de Semana Renovado!!
Feliz Julho!

23 comentários:

  1. Maravilhoso texto!

    Ando pensando muito nisso...preciso sepultar de vez algumas coisas. Não é fácil mesmo!!!

    Ótimo final de semana!

    Bjobjo

    ResponderExcluir
  2. Ô Roberta, o texto foi tão profundo,que chorei.
    Como eu queria matar e enterrar meus medos, meus demônios e uma pessoa que me fez muito sofrer... mais é muito difícil.
    Xeros pra ti e um fim de semana ILUMINADO DE SOL!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto,Roberta! E que bom que podemos sempre renascer! beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Olá Roberta
    Nascemos e morremos a cada dia, até chegarmos a morte do corpo, que também não é o fim pois o espírito é eterno.
    Bom finde
    Bjux

    ResponderExcluir
  5. Namastê Roberta!
    Li o livro "Mulheres que correm com os lobos" da Clarice e é tão profundo que por vezes você tem que voltar e ler de novo alguns capítulos. É isso mesmo, conheço bem poucas pessoas que conseguem "enterrar" de vez. A gente continua aprendendo e tentando sempre. Bom fim de semana pra você também! Beijo grandão! Vy

    ResponderExcluir
  6. Engraçado...
    Este post veio mesmo a calhar.

    Estou mesmo a precisar matar algumas coisas, por que estou também, a precisar renascer.

    Beijokinhas doces e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  7. Oi Roberta querida, maravilhoso texto, vou acrescentar mais este questionamento aos meus dias:" O que deverá morrer ou renascer em mim"?
    Bejo e um findi semana iluminado.

    ResponderExcluir
  8. limpar gavetas e deixar que se vá pra bem longe porque se levarmos é possivel que tragamos de volta!
    bj e um mês novinho pra ti onde só tenha lugar o bom e o belo!

    ResponderExcluir
  9. Morrer, nascer, reviver. Um ciclo que não se finda.
    Adorei o post.
    Quero que seu final de semana seja abençoado e com muita luz.

    ResponderExcluir
  10. Roberta,


    Um post rico, diferenciado, parabéns!

    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
  11. nascer e morrer no mesmo dia , e muitas vezes no mesmo instante é um grande aprendizado do desapego e da felicidade.
    devemos sempre deixar nossa criança interior falar bem alto, pois só assim não ficaremos guardando tantos pesos em nossa mala da vida.
    feliz mes de julho renovado para todas nós

    ResponderExcluir
  12. Robera, vim te convidar para participar de uma brincadeira com tags. De uma olhada em meu blog e venha participar. Fale um pouco de seu gosto. Muita paz!

    ResponderExcluir
  13. Engraçada essa vida! acabei de chegar em casa e passei no blog do Alexandre, Lost, e estava comentando no carro com meu marido que eu queria conhecer pessoas mais parecidas comigo, com o que escrevo no meu blog. E lá no Alex encontrei seu comentário e não sei pq, resolvi entrar. Nossos blogs se parecem...e como blogs são a extensão das nossas almas, nós devemos nos parecer...que bom te encontrar...estou aqui em SP, e vc em PE, mas a tecnologia pode nos aproximar...vou voltar...
    beijos com carinho...
    amei o texto...eu fiz há um tempo uma limpeza na alma...me curei de uma doença de 6 anos...matei e enterrei...tudo...

    ResponderExcluir
  14. Oi Roberta,
    Excelente o texto.
    Precisamos mesmo fazer de quando em vez uma faxina completa em nossa alma, eliminando de vez o que é ou foi nocivo. Assim estaremos abrindo espaço para o novo, para a luz, para o renascimento.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Gostei muito deste texto amiga.

    Um bom fim-de-semana para ti também :)

    ResponderExcluir
  16. Amiga, ando sumida não é mesmo?!
    Bem, até o noivo ir embora, e depois organizar o atrasado, ficarei sobrecarregada.
    Espero que tenha tido um ótimo São João!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Quando eu emagreço, não falo que perdi, pois posso achar mais prá frente ou alguém achar, não é?
    Digo que eliminei, excluí.

    Um beijo, Luz!!!

    ResponderExcluir
  18. Oi,Roberta!Lindo texto, nossa tudo o que eu precisava ler hoje, vou fazer um texto sobre isso.
    Um ótimo começo de semana!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  19. Olá Amigos Queridos!!! Desculpe não responder a cada um!!!

    ♥ Para todos:
    Somos GUERREIROS e o RENASCER existe e é possível então, VAMOS RENASCER!!!

    P.S:Lizete Delmonte Ferraz SEJA MUITO BEM VINDA AO BLOG LUZ!!!

    Obrigada pela presença de TODOS!!!

    Beijinhos Iluminados!!!
    Muita Luzzzzz...

    ResponderExcluir
  20. adorei a mensagem e olha é bem disso que eu tava precisando, era isso que precisava ler e é isso que eu preciso fazer... beijos

    ResponderExcluir
  21. Olá Wendy!

    Seja Bem Vinda ao Blog Luz!!
    Fique a vontade!!

    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  22. ai esse post veio pra me chamar a tenção mesmo!
    tenho tanta coisa pra matar e enterrar!rsrs
    bjos e bom domingo!

    ResponderExcluir
  23. Olá Rita!!!

    Todos nós de uma certa forma temos!!!
    Feliz Domingo!!!

    Muita Luz!!!

    ResponderExcluir

♥ Obrigada pelo comentário, sua opinião é muito importante! Beijinhos Iluminados!

Gratidão!

Gratidão!