terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Quantas vezes você se disse isso?

"...Quando crescemos, temos a tendência de recriar o ambiente emocional do lar onde passamos nossa infância.
Isso não é bom ou mau, certo ou errado. É apenas o que conhecemos dentro de nós como "lar".
Também temos a tendência de recriar nos nossos relacionamentos pessoais os mesmos relacionamentos que tínhamos com nossas mães ou pais, ou com o que existia entre eles. Pense quantas vezes você teve um amante ou chefe "igualzinho" à sua mãe ou seu pai.

Também nos tratamos da forma como nossos pais nos tratavam. Repreendemo-nos e castigamos nos da mesma maneira. Também nos amamos e nos encorajamos da mesma forma. Podem-se quase ouvir as mesmas palavras quando se presta atenção. Também nos amamos e nos encorajamos da mesma maneira se fomos amados e encorajados em crianças.

"Você nunca faz nada direito”."É tudo sua culpa”.
Quantas vezes você se disse isso?
"Você é maravilhoso.
"Eu te amo." 
Quantas vezes você se diz isso?
(Autora: Louise Hay)

Vamos nos tratar melhor para que possamos tratar o outro com amor e assim construirmos ambientes saudáveis ao nosso redor.
Existem casas e lares, vamos construir um lar para nossa família. 
Beijos na Alma!

8 comentários:

  1. Oi Roberta
    Nossa que texto maravilhoso que vc postou, é a mais pura verdade! Adorei! Assim como adorei seu blog, já vou ficando por aqui.
    Bjos. Fique com Deus!
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prazer Luciana.Seja Bem Vinda ao Blog Luz!
      Bençãos Plenas!!

      Excluir
  2. Nosso próprio cuidar ajuda em um bom relacionamento.
    Bom dia Ro.
    Xeros

    ResponderExcluir
  3. Lindo post Roberta.
    Passando pra te desejar um ótimo dia.
    TÔ ausente um tempo do blog, mas logo voltarei.
    Xeros pra ti minha linda!!!!

    ResponderExcluir
  4. Que saudade, Roberta!!!!! Minah vida está uma correria, e houve algumas mudanças significativas, que depois eu conto pra vc!!!! Mas vc continua linda, heim?!! Texto muito bom!!! Bjs!!!!

    ResponderExcluir
  5. Verdade, Roberta. Sempre me policiei muito quanto a agir como minha mãe agia, nas coisas que não gostava nela. Tive sucesso, mas agora, mais velha, vejo-me muito parecida com ela, em tantas outras coisas.
    Um hábito que nunca tivemos, em família, é o de elogiar e tenho muita dificuldade nisso, com meus filhos. Tento mudar, mas não é fácil. Em "compensação", não economizo elogios para os netos. Ainda bem!
    Beijooo!

    ResponderExcluir
  6. Olá Roberta! Devorei este blog! Muita sensibilidade, mesmo! Parabéns!Quem canta e qual o nome da 1ª musica do player de seu blog?
    " Imagine flores que nunca tinha visto antes. Imagine flores de cores formatos e cheiros nunca antes vistos ou percebidos. Estas flores só existiam em minha imaginação, agora existem na sua! São suas! São únicas! São eternas! Apenas regue-as! Apenas imagine..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Juarez, Seja Bem-Vindo!!!
      Obrigada, envolver-se pela magia das flores é um momento mágico!
      Nosso DEUS é MARAVILHOSO!

      Sobre a primeira música do player é: Nouvelle Vague - I melt with you.
      o Link no Youtube: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=vVMeECQeRxk&noredirect=1#!

      Gratidão!
      Muita Luzzzzzzzzz...

      Excluir

♥ Obrigada pelo comentário, sua opinião é muito importante! Beijinhos Iluminados!

Gratidão!

Gratidão!