quinta-feira, 13 de junho de 2013

Apego!

Algumas pessoas têm bastante resistência a qualquer tipo de mudança. Mas, muitas vezes apenas o fato de mudar é o que se torna interessante e até necessário.
 Devemos nos preocupar é com a comodidade e não com as mudanças! 
Velhos hábitos podem ultrapassar a estreita linha que os separam dos vícios... O que eu talvez nunca tenha entendido é esse medo de mudar que muitas pessoas trazem consigo. Eu descobri que tenho medo é de não mudar. A "não-mudança" é que me aterroriza. Quero envelhecer como é próprio da natureza, mas sem me agarrar com desespero ao que é antigo e conhecido.
Aprender a desapegar-se é uma maneira sábia de levar a vida. Muitos terminam sua existência sem permitir-se a leveza de soltar-se das amarras do apego. E o apego é ruim. Não é por acaso que termina em -ego. É egoísmo em uma de suas formas. Seja apego ao que for: à pessoas, objetos, lugares, funções ou hábitos. 
Esclarecendo melhor: refiro-me ao apego, não ao amor ou ao afeto! São sentimentos praticamente inversos, mas infelizmente confundidos com frequência. Apego é o sentimento de posse, desespero. Apego à pessoas - medo do abandono. Apego é diferente de zelo, cuidado...estes últimos são positivos. Mas acho perigoso o sentimento de posse, porque nossa essência está acima de tudo isso. 
Funções, títulos, lugares, são transitórios, mas nós somos seres eternos e em evolução. Certa vez ouvi uma frase que me serviu de lição e procuro aplicá-la em vários setores da minha vida: " Eu não sou este corpo, eu estou neste corpo". Por analogia penso que todas as nossas outras situações também são transitórias, o que permanece conosco pela eternidade são nossas ações - o que aprendemos e o que ensinamos. Quando passamos a ter consciência de que somos livres, percebemos que o apego é prejudicial e que é possível gostar, amar e viver sem ele. E percebemos que sentimentos verdadeiros não precisam disso para sobreviver.

Ana Cristina Fernandes Albuquerque
Imagem: Google

7 comentários:

  1. Olha Roberta, tenho praticado cada vez mais o desapego, a cada dia, e posso te dizer que me sinto cada vez mais leve.

    Gosto da sensação!

    Um dia feliz
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Mensagem Linda e que imagem mais linda ainda!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Queiramos ou não, a vida transforma-nos. Corremos o risco de mudar para pior, se nos fechamos na rigidez das nossas convicções. Mudamos para melhor, quando aceitamos tentar compreender quem somos.

    Beijo meu.

    ResponderExcluir
  4. Devemos exercitar o desapego, e procurar cada vez mais exercitar o amor. Mudanças conscientes, racionais devem ser bem-vindas.
    Paz e Luz.

    ResponderExcluir
  5. Namastê amiga!!!
    Saudades daqui!
    Lindo seu texto. Apego muitas vezes vem acompanhado do egoismo.
    Desapego da caridade...
    Beijos e abraços

    ResponderExcluir
  6. Roberta,
    é preciso coragem de exercitar o desapego. Não às questões do 'ego', esas a vida vai nos colocando tantos senões que um dia a criatura aprende. Todos temos um início, um meio e um fim. Nessa passagem muito se aprende. Para mim o pior desapego é quando nos preoccupamos com nossos amados. Eu desjo uma vida em que meus filhos tenham uma vida vbem sucedida. É ego em ação, e isso não é mal. porque somos seres feitos ainda de carne , não somos ainda matéria etérea. seremos. Nossa aalma o é.
    Não sou apegada a coisas materiais, mas gsoto do que tenho. Se eu perder, luto de novo.
    Mas penso que falam muito em deixar o ego. Como? Ele deve estar aqui. É nosso. O descotrole é que é nocivo.
    Acredito porque ando entre os dois mundos, o tangível e o não visível. mas ainda estou aqui. E é num ego bemm direcionado que manteremos nossas metas. O Tao é a solução, o equilíbrio. Tudo de menos faz mal. Tudo demais também.
    Gostei muito de seu tema, faz sempe refletir. E isto é bom nestes tempos de caos. Em que a maioria nem pensa. rs Seu blogue sempre lindo, assim como você, querida, sempre linda , inteligente , espirituaaaalizada.
    beijos no seu coração!

    ResponderExcluir
  7. Olá!! Fiquei feliz de ver meu texto publicado em sua página...paz e luz sempre!

    ResponderExcluir

♥ Obrigada pelo comentário, sua opinião é muito importante! Beijinhos Iluminados!

Gratidão!

Gratidão!