sexta-feira, 15 de julho de 2011

A vida nos convida à dança.

Nesta dança, há um convite explícito para trabalharmos os opostos. É fácil de aprender.
É só observar os sinais e ficar atento aos passos e, então tentar através do compasso e descompasso, adquirir leveza para lidar melhor com os percalços da vida.

Crise……ai que coisa mais incômoda, dolorida, que nos tira do prumo, que mexe conosco e faz tudo ficar fora do lugar.

Assim pensamos e ingenuamente, temos a tendência de considerar o fluxo de nossa vida como algo seguro, regrado, “imexível”, como se pudéssemos direcioná-lo e administrá-lo com total controle; sem abalos, sem mudanças, amarrados a um “porto seguro”. Uma vez Iludidos com esse panorama seguimos nosso caminho sem nos aperceber que, muitas vezes, a estrutura atual não serve mais, não tem mais função, caducou, precisa ser renovada, ou seja, precisamos abandonar o nosso “porto seguro” para que ele seja reestruturado. É nesse momento que a crise vem.

Claro que a crise não é nenhuma “belezura”, nada agradável, ela traz consigo sentimentos conflituosos e dolorosos, simplesmente porque não conseguimos vivenciá-la favoravelmente, de forma natural e positiva.

Apesar de entendermos a crise como uma tormenta, um obstáculo que nos estanca, ela é paradoxalmente, uma ocasião de crescimento, uma oportunidade. É um momento de reavaliação, reflexão, amadurecimento de idéias, compreensão dos ciclos, desapegos e principalmente de aprendizagem. Isto quer dizer que, não há aperfeiçoamento sem crise!

Os chineses representam bem a palavra crise em dois ideogramas: um significando perigo e o outro simbolizando oportunidade, mostrando essa relação oposta e ao mesmo tempo complementar, onde perigo se torna uma oportunidade.

Outra coisa importante a ser lembrada em relação á crise é que ela é eterna. Passaremos a vida envoltos em desestruturação e reestruturação…..faz parte da vida, é algo natural

Então, Estruturar e Desestruturar,

Equilibrar e Desequilibrar,
eis a Dança da Vida.

Muitas pessoas resistem à crise, ao enfrentamento do conflito. Vão negando, fingindo que o problema não existe, colocando a culpa nos outros, tocando a vida como se não fosse com elas, como se nada tivesse acontecido. Apesar dessa dissimulação, o conflito continua presente e vai aparecer em algum momento. Uma vez iniciada a crise, não existe possibilidade de voltar aos padrões antigos.

A não aceitação da crise nos torna mais vulneráveis a ela. Permite com que a ameaça interna se torne mais forte do que realmente é, o conflito se reforça, surgindo os sentimentos de angustia, medos, ansiedades, frustrações, etc… levando-nos a um caos desestruturante.

O caos nos coloca para baixo, mas ao mesmo tempo, permite que reflitamos sem dissimular o conflito. Não há mais como dissimular, o mundo caiu, o conflito está ali na nossa frente, sem máscaras, pronto para ser digerido.

Lembre-se: o caos precisa ser respeitado, cada pessoa tem o seu tempo de desestruturação, de desconstrução para depois iniciar uma nova construção. É necessário honrar aquele momento de dor. É um período de questionamentos, do que fazer, do que vale a pena ou não, do que abrir mão, do que ….do que…..É a morte da inércia. Nessa digestão da crise, as idéias começam a se flexibilizar e já existe a possibilidade de mudança.

Esse momento é crucial, talvez um dos mais importantes do processo. Quando vemos alguém no auge de crise, a primeira coisa que vem a cabeça é tentar tirá-la dessa situação, oferecendo-lhe oportunidades de distração. Esse é um erro gravíssimo, pois é nessa fase que a pessoa precisa estar com ela mesma, sem distração, esvaziando-se.

É no vazio que está a possibilidade de tudo…. é na ausência, que se consegue algo significativo..."

por: Sonia Parucker

19 comentários:

  1. Excelente texto, Roberta, além de embalado por uma deliciosa música.
    Foi dito algo extremamente importante no texto. Realmente sempre queremos tentar distrair as pessoas em momentos de crise, pensando que estamos ajudando. Na verdade, este momento crucial é o momento do encontro dela consigo própria, para que haja resultados positivos.
    Nas momentos de crise sempre subimos um degrau na escala de nossa evolução.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  2. Olá Vera!!!

    Você esta mais que correta, quando diz:
    "...Nos momentos de crise sempre subimos um degrau na escala de nossa evolução.."
    E isso Mesmo!!!
    Escolhi esta música, porque amo, e o nome dela é I'm Alive - Estou Viva!
    Apesar de qualquer momento, temos que nos erguer e dizer:
    ESTOU VIVAAAA!!!!

    Bons Sonhos...

    ResponderExcluir
  3. acredito que a crise e fundamental para o aprendizado.
    bom fds
    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Cheguei aqui bem sonolenta...perdi o sono...mas volto cedinho para ler...
    A essa hora, deve estar passeando com os anjos pelo paraíso...bjs...
    Liz

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Sincero arte! Você é criador calorosa.

    Por favor, aproveite a figura tradicional quimono graciosa.

    A festa de meninas encantadoras.

    A oração para a sua tranqüilidade e beleza ....
    Por favor, Tenha um bom fim de semana.

    Saudações e abraço Querido.
    A partir de Saga, no Japão.
    ruma

    ResponderExcluir
  6. Vim deixar um beijo e dizer que estou saindo em férias, e tem recado nos blogs. beijos,chica e inté,srsr

    ResponderExcluir
  7. É no vazio que está a possibilidade de tudo…. é na ausência, que se consegue algo significativo..." Adorei o post* visto que na realidade não me encontro numa boa fase da minha vida . .

    ResponderExcluir
  8. Perfecto...nunca mejor dicho..la vida es un baile....solo que debes buscar bien la pareja que lleve tu ritmo..
    besos

    ResponderExcluir
  9. as crises no fazem crescer e muitas vezes ver o quanto somos fortes e resilientes.
    não continuar com os mesmos padrões de comportamento para mim é o passo mais difícil na minha evolução, sou uma repetidora de acões.

    ResponderExcluir
  10. " ...ela é paradoxalmente, uma ocasião de crescimento, uma oportunidade. É um momento de reavaliação, reflexão, amadurecimento de idéias, compreensão dos ciclos, desapegos e principalmente de aprendizagem. Isto quer dizer que, não há aperfeiçoamento sem crise!"

    Concordo plenamente Roberta!

    A reavaliação e desapego é necessário para que a gente siga em frente e haja um aperfeiçoamento e crescimento.

    o desapego não é fácil mas é preciso.
    Em algum momento da vida .... esvaziar-nos é imprescindível, abrir um vazio pois só assim novas coisas possam entrar.

    E a sensação de estar liberta, a sensação de vazio é bem mais agradável do que se posso pensar... sensação de alivio no peito e nos ombros, não é?

    Beijos
    Adorei o post

    Um dia muito feliz

    PS: Hoje consegui visitar as amigas eh eh

    ResponderExcluir
  11. Olá.
    Obrigado pela sua visita.

    O coração lindo vai convidar toda a paz.
    sua cor paixão...
    Profundamente colorido espaço deixa no Extremo Oriente

    forte abraço, do Japão.
    ruma

    ResponderExcluir
  12. Namastê!

    ♥ Mi, também acredito nesta verdade!!!

    ♥ Li, volte mesmo querida!!! Que esta noite você tenha um sono calmo e sossegado!!!

    ♥ Ruma, obrigada por suas palvras amáveis!!! Lindas imagens do seu cantinho, AMEI!!!

    ♥ Chica, obaaaaaa....FÉRIAS!!! Aproveite bastante, vamos ficar aqui a sua espera!!!

    ♥ Aileen, FORÇA QUERIDA!!! Tenha Fé e Fica com DEUS!!!

    ♥ Mirella, estoy de acuerdo contigo!!
    Besitos!!!

    ♥ Remall, a resiliência é uma forma MARAVILHOSA perante a vida!!!

    ♥ Ana, como anda as férias?! APROVEITE!!!
    Sensação de leveza e suavidade é uma sensação MARAVILHOSA!

    ♥ Ruma, Fique a Vontade no Blog Luz!!!
    Bênçãos Plenas!!!


    Tenham Um Fim de Semana MARAVILHOSO!!!
    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  13. Acho que crise também está muito ligada à maturidade do casal. Se no par existe a cumplicidade, tenho certeza que existe a possibilidade de enfrentarem juntos todos os problemas que a vida nos coloca, cientes de que tudo é para crescimento e evolução. O problema está aí: maturidade. Acredito que estamos evoluindo, pois hoje, casa-se mais tarde. Casamento e relacionamento a dois, só com muita maturidade para enfrentar, somado ao amor verdadeiro (não paixão) e à amizade.
    Este assunto dá pano pra manga...e eu adoro filosofar...
    Oi, maninha! pois é, perdi o sono às 3 da manhã e entrei um pouquinho aqui para me encher de energia e luz.
    O selinho que te dei vc já tinha ganho, né? que luz...muita luz...hahha!! não sei nem onde colocar mais selos no meu blog, pois eu enchi ele de selos que eu escolhi, hahaha!
    Vou ter que fazer que nem vc se ganhar mais algum (risos).
    Minha vontade era ficar aqui horas batendo papo...quem sabe não vou um dia aí te ver?
    Um beijão, querida!! luz, muita luz e energias boas...

    ResponderExcluir
  14. ♥ Olá Li!!!

    Este assunto sendo direcionado para relacionamento amoroso, tem pano pra manga, rs, a maturidade do casal é a chave, SIM...e o amor, porque problemas existem em toda sociedade, rs!!! O casamento não deixa de ser, hã?!
    Sócios no amor, no caminho, na partilha de objetivos!! O Segredo esta no amor e no conjunto de itens que não tem receita, risos!!!
    Amo filosofar e conversar sou uma tagarela!!!
    Adoro os comentários, porque é a chance de debatermos o assunto!!! Amoooo...

    P.S: Seu selinho esta postado no Mimos do Blog Luz, adoro receber selinhos e questionários etc, para mim é sinônimo de carinho dos meus amigos, amo de paixão, por essa razão criei o Mimos para organizar direitinho!!!
    http://luzmimos2011.blogspot.com/2011/07/selinho-da-lizete.html

    Quem sabe hã?! Seria uma alegria você em Recife!!!
    Tenha uma linda Noite de Sonhos Bons e que os Anjos de Luz cuide do seu soninho...

    Haja LUZZZZZZZZZZ...

    ResponderExcluir
  15. Adoro esse filme (tenho esse DVD em casa na minha coleção!) e especialmente adoro essa cena!!!
    Na sexta-feira dia 15 comecei minha postagem com uma outra cena desse mesmo filme, você viu?
    Realmente a dança nos liberta, ou pelo menos me liberta! Pena que eu tenho dançado muito pouco, no real sentido da frase....e tenho dançado muito no sentido figurativo da mesma frase...
    Mas vamos dançar mais, no literal e melhor dos sentidos!
    Querida Roberta, hoje lá no blog deixei selinhoS para você de presente!
    bjks Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderExcluir
  16. Oi,Roberta!Nossa que texto lindo, muito bom mesmo.A vida é uma etrna mudança, um constante recomeçar, a cada momento precisamos rever conceitos, valores, rever o que somos e nos reestruturamos para podermos seguir em frente.
    Uma ótima semana!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  17. Namastê!

    ♥ Sandra, amo este filme, mostra um casal que salva um casamento em crise através da dança, tenho ele em minha coleção também!!!
    Obrigada pelo selinho querida, JÁ FUI PEGAR, rs, AMEI DE PAIXÃO!!!
    Fica com DEUS!!!

    ♥ Flor, vida mudando seus ciclos e nos, SEMPRE, seguindo em frente!!


    Tenham Todos uma Ótima Semana!!!
    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  18. Ahhhh esse filme é tão gostoso, fora que esse homem é uma loucura, mamma mia! :D
    Bjo, bjo!
    She

    ResponderExcluir
  19. Olá She!!!
    Seja Bem Vinda ao Blog Luz!!!

    Risos, kkkkkk....Loucura, loucura, mamma miaaaaa...rs

    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir

♥ Obrigada pelo comentário, sua opinião é muito importante! Beijinhos Iluminados!

Gratidão!

Gratidão!