quinta-feira, 22 de setembro de 2011

A Mentira

Uma revista de circulação nacional apresentou reportagem acerca da mentira, mostrando-a como um ingrediente fundamental do jeitinho brasileiro.

Mais ou menos no mesmo período, determinado programa televisivo ofereceu a oportunidade aos telespectadores de opinarem se um personagem deveria ou não mentir para vingar um crime do passado, ainda impune.

A mentira venceu por larga margem.

Isso demonstra como estamos nos habituando com a mentira e a estamos utilizando, em nosso cotidiano.

Mentimos para obter algum benefício, para preservação da nossa imagem, para evitar um sentimento de vergonha, por verdadeira covardia.

Assim, um amigo não diz ao outro o que realmente pensa e deseja dele.

Se o amigo possui defeitos, em vez de alertá-lo a respeito, bate-lhe nas costas e com uma frase reticente, permite àquele interpretar que tudo vai muito bem.

A mãe mente para o filho pequeno, afirmando que já volta, e na verdade se ausenta por longas horas.

Servem-se da mentira alguns que afirmam serem técnicos em tal ou qual área, não passando, na verdade, de meros aprendizes.

Utilizam a mentira aqueles que oferecem um produto como sendo de primeira linha, quando não o é. Mentem todos aqueles que fazem promessas, sabendo antecipadamente que jamais as poderão cumprir.

Natural que tal clima gere desconfiança e descrença, itens que presidem ao relacionamento atual das criaturas.

Há quem acredite ser normal a criança mentir e somente ser sintoma de enfermidade no adulto.

Contudo, o mentiroso é sempre alguém enfermo. E em razão mesmo de sua forma de proceder, se torna desacreditado, mesmo quando se expresse de forma correta e verdadeira.

Para quem está habituado à mentira, se torna muito natural alterar o conteúdo ou a apresentação dos fatos, manipulando-os ao seu bel prazer.

As raízes da mentira se encontram no lar instável, mal formado, quando não emanam dos conflitos da personalidade, que induzem o ser à fuga da realidade e ao culto da fantasia.

Faz-se imperioso que se estabeleça uma disciplina rígida na arte de falar, procurando repetir o que se ouviu exatamente como se escutou; o que se viu da forma mesma como aconteceu, evitando-se interpretar o que se pensa em torno do assunto, que nem sempre corresponde aos fatos. Esta é uma maneira de vital importância para se abandonar o vício da mentira.

Não há necessidade de mentir, e toda vez que nos servirmos da mentira, estaremos demonstrando um distúrbio de comportamento, que precisa urgentemente ser corrigido.

Mentir compulsivamente é um distúrbio da imaginação chamado mitomania.

A verdade deve ser sempre dita com naturalidade, sem alarde, mas na íntegra, jamais adornada de fantasias ou conclusões pessoais.


Autor: Lourival Lopes

http://pensamentostextospoesias.blogspot.com/

12 comentários:

  1. Querida Roberta, que saudades!
    Infelizmente a mentira será sempre um dos grandes males do mundo...
    Beijoss

    ResponderExcluir
  2. Que texto maravilhoso! Verdadeiramente o mundo está achando NORMAL mentir.Isso é uma pena! beijos,lindo dia,chica

    ResponderExcluir
  3. Oi Roberta, a mentira é um mal que pode causar danos irreparaveis. Mas que se torna cada vez comum nesse mundo, a começar por nossos POLITICOS POLITIQUEIROS.
    Mas para mim é muito mais facil dizer a verdade, do que adimitir que menti. Por isso, mentira, nao.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Roberta Maia pela visita carinhosa ao meu bloog. Seja sempre bem vinda! Seu post é de uma verdade absoluta e concordo com a Chica, minha grande amiga, que o mundo acaba achando normal a mentira. Vc já viu que coisa mais feia ter o "Dia da Mentira"? nem que seja de brincadeira a mentira deve ser usada. A mentira não vem de Deus. Eu cresci ouvindo minha mãe dizer: "Andai diante de Deus em verdade" e "A mentira tem perna curta" e ela passou para os netos, meus filhos e eu também reforçava. bjbjbj!

    ResponderExcluir
  5. Namastê!!
    Olá Estrelinhas!!!

    Acredito que a mentira anda sendo banalizada por muitos, acredito também que a verdade é uma conduta de vida que algumas pessoas não tem...infelizmente!!!
    Ser sincero, sem ser mal educado é uma arte!!
    Eu prefiro sofrer com a verdade do que sorrir na mentira!!!
    Como disse o mestre Jesus Cristo:
    “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João: 8:32)

    ♥ P.S:Maria Luiza, Seja Bem Vinda ao Blog Luz, foi é um prazer visitar você!!

    Tenham Todos um Belo Dia!!!
    Bençãos Plenas!!!

    ResponderExcluir
  6. Os valores estão invertidos. Eu me sinto desprotegida, às vezes, por conta disso...

    Beijos, flor.

    ResponderExcluir
  7. Oi Roberta,

    Sempre achei a mentira um castelo de cartas, insustentável ao menor sopro de verdade.

    Um Abç!

    ResponderExcluir
  8. Um colega de trabalho meu, sofria desse mal: mitomania. A pessoa mente tanto que, para ela, o irreal é verdade. Isso me fazia temer a relação profissional porque a desconfiança era grande. Mas suas mentiras se restringiam ao lado pessoal. Fora piloto, fazendeiro... e tudo descrevia com riqueza de detalhes.
    As crianças só começam a mentir se sentirem medo ou se perceberem que dizendo isso ou aquilo vão receber mais afeto. Cumpre aos pais fazê-las caminhar na realidade, desmistificando esse comportamento tão reprovável. Assim, formarão adultos que saberão valorizar a verdade.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Roberta, como dizem mentira tem pernas curtas.
    Verdade sempre doa a quem doer.
    Xeros!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Beta, tudo bem?
    "A mentira tem perna curta", neste caso, isso não é mentira! rsrs

    Beta, muito obrigada pelo carinho e as palavras lá no post sobre meu paizinho! De coração!
    Beijos de luz!

    ResponderExcluir
  11. Oii doce e iluminada amiga que saudades!!!

    Me perdoa por tamanha ausência? :(
    Acho que em breve conseguirei ter mais tempo para me encantar por aqui. :)

    Amiga, a humanidade está se acostumando demais com tantas coisas que estão perdendo a capacidade de ficaram atônitas, de indignar-se e isso é muito grave. Espero que seja reversivo.

    Beijos brilhantes a ti querida.

    Rosa

    ResponderExcluir
  12. Olá Estrelinhas...

    ♥ Luna, a verdade é fortaleça! Mas entendo sua colocação...

    ♥ Will, frase sábia...Que bom vê-lo!!! Volte Sempre!!!

    ♥ Marilene, situação horrível conviver com uma pessoa que sofre desse mal!!
    Concordo querida, a base familiar é um suporte essencial para o desenvolvimento da personalidade de uma criança.

    ♥ Helena, é muito mais fácil a verdade, a verdade é leve...

    ♥ Cecília, seu pôster é lindo, uma demonstração de afeto imensa, achei lindo...

    ♥Rosa, não podemos perder a capacidade de indignação!!!
    Saudades amiga...fica Bem!!


    Beijinhos Iluminados para Todos!!!
    Muita Luz!!

    ResponderExcluir

♥ Obrigada pelo comentário, sua opinião é muito importante! Beijinhos Iluminados!

Gratidão!

Gratidão!