quinta-feira, 26 de maio de 2011

Resgate!

Este quadro é um dos meus preferidos aqui em casa, ele mostra uma mulher com o seio de fora, mas na minha visão, não vejo vulgaridade e sim feminilidade e sensualidade!!!
Obra de um dos pintores de Recife, o trabalho dele é rico em detalhes, presença marcante, no quadro, existe a sensação do real ao ver o colar delicado no pescoço dela, os olhos brilhantes , o lenço vermelho, o cabelo...tudo muito perfeito, em foto não mostra a realidade, risos, sou babona e amo as obras de Cysneiros, grande artista!!!

Texto de Jawhara.

"Houve uma época que as mulheres eram consideradas representantes terrenas das Deusas e Mensageiras que carregavam o mistério da vida dentro de ventre.
Vivendo em comunhão com a Natureza, elas possuíam compreensão atenta em particular das mudanças em seus corpos. Sabiam exatamente quando ovulavam e reconheciam os sinais que antecediam suas fases reprodutivas.
Em todos os aspectos suas vidas eram norteadas pela sensação de conexão como Universo, pela composição natural que as cercavam; céu, terra, água e ar, estações do ano e o respeito ao ritmo divino.
Tudo isso porque era uma cultura em que a conexão entre sexualidade, menstruação e nascimento era parte do conhecimento diário.

Declínio:

As antigas religiões femininas declinaram por volta de 3000 A.C em muitas culturas o matriarcado foi substituído pelo patriarcado. As deusas lunares foram relegadas completamente para a zona da escuridão e da magia e a era da mitologia solar começou e, com ela, a dominação da consciência masculina.
Com o declínio do prestígio espiritual feminino as mulheres pararam de executar os ritos religiosos. A mãe não era mais o eixo da família; o pai se tornou o centro de tudo.
As mulheres se tornaram parte da família masculina, e, portanto, sua propriedade.
A poligamia foi estabelecida como parte importante do sistema econômico no qual um homem precisava de muitas mãos para manter sua subsistência.
A história de Adão e Eva aparece no Judaísmo como demonstração de que a mulher é pecadora e seu pecado é o sexo.
A história afirma a separação do corpo e da alma, a qual o Cristianismo abraçou.
No século XIII Tomás de Aquino e Alberto Magno haviam promulgado sua crença de que mulheres eram capazes de travar relações com satã.
Nessas bases, a Inquisição identificou e condenou certas mulheres a serem queimadas vivas.
A submissão espiritual feminina foi então consumada e agora era completa.
Homens, por outro lado, permitiram a si mesmos completa liberdade sexual sob o sistema patriarcal.
O retorno
Toda a essência da mulher foi literalmente deletada era preciso reencontrar o passado. Depois de décadas, com a revolução feminista iniciou-se o retorno, dos sutiãs queimados em praça pública à ocupação de espaços considerados masculinos, décadas de uma guerra social surda e cruel se passaram.

Passado o furor gerado pela revolução feminista, nós, mulheres pós-modernas já não temos “tanta”preocupação com a inclusão social, o que preocupa é a angústia existencial.
Nós, mulheres, parimos tarde, passamos a fumar muito, beber exageradamente e a sofrer do coração. Assimilamos as piores características masculinas e nos tornamos liberais, esquecendo de nossas antigas raízes.

A dança do ventre é uma das formas de recuperar o rito feminino de consagração com o corpo, alma e espírito; encontrando a sua “Deusa” interior as mulheres encontram a si mesmas e esse auto-conhecimento nos leva de encontro com a nossas raízes, com nossa sensualidade e sexualidade trazendo de volta o direito da mulher em ser sensual e sexual.
O tantra da sensualidade, da dança está no mistério que a envolve, os movimentos sinuosos, as roupas, os véus, a maquiagem, a música, as velas, o queimar do incenso, o movimentos dos quadris, o olhar, gestos delicados e sensuais trazem uma explosão de sensações.
Tudo isso mexe com a libido das mulheres e dos homens.

Seus benefícios, tanto físicos como psicológicos, são comprovados.
Ativa a circulação sangüínea, melhora o funcionamento do aparelho digestivo, dos rins e dos órgãos sexuais. Proporciona a redescoberta do feminino, com todo o sensualismo que lhe é peculiar. A movimentação específica valoriza o corpo feminino e desenvolve muito a coordenação motora. Com isso a mulher adquire maior consciência corporal e desenvolve a sensibilidade para observar que seu corpo pode lhe proporcionar mais prazer.
Cada mulher precisa saber manifestar sua sexualidade e sensualidade de sua própria maneira e consciência; “A jornada do herói trata de viver o próprio destino e não aquele que a sociedade define.”
Vivenciar a dança é o reencontrar a verdadeira essência da mulher, a serpente tem uma simbologia muito interessante, ela vive trocando de pele, quando está se movendo está continuamente mudando sua forma e a cada ondulação ela troca sua imagem; uma cobra é um animal com mil formas e ainda assim é uma cobra, isso é vivenciar a dança, a deusa, a sensualidade.
Temos que estar sempre criando, mantendo e destruindo nossos pensamentos, nossos movimentos, nossa energia feminina, a energia da Grande Mãe e com isso transformando nossa dança do ventre em dança da deusa-mulher, do amor, da sensualidade, da sexualidade, da terra, da vida."


AMO a DANÇA!



23 comentários:

  1. Namastê!

    Olá amigos, quero informar que estou tento muita dificuldade em visitar suas casinhas e comentar, o blogger esta passando por um problema, erro 404, não entendo, mas acho que é sério,risos!!!

    Bom...que tudo volte ao normal!!!
    Até lá...

    Muita LUZZZZ!!!

    ResponderExcluir
  2. Belo quadro realmente!
    A cara de Recife, tendo em conta que a sua cultura ainda é marcada pela escravatura, talvez daí a mulher de raça negra neste quadro.

    Mulher é uma força da natureza, sem dúvida!

    Beijinhos.

    *Por enquanto não tenho tido qualquer problema em visitar e comentar os bloguinhos queridos, vamos ver o que vem por aí!!

    ResponderExcluir
  3. Roberta, eu também tenho tido esse erro do 404 eh eh! O que é que anda aí?? eh eh

    Olha, dança do ventre é um dos meus objectivos aprender! Acho uma dança muito sensual, muito mulher! Adoro e quero aprender.

    O seu quadro é muito bonito sim, o colar parece quase real! Lindo!

    Beijos
    Um dia muito feliz e cheio de luz

    ResponderExcluir
  4. O quadro é lindo, não é vulgar, isso é bem subjetivo de cada um, achei o detalhe bem sensual.
    O colar parece pular...

    Detesto crenças judaico-cristãs, com relação a essa intolerância, da a impressão que a mulher esta sempre errada, sempre em pecado... como se o homem não fizesse sexo por si só, ou com outro homem... Entende é muito primitivo de se pensar, libido é vida, num tem nada de pecado, afinal estamos vivos...

    ResponderExcluir
  5. Lindo teu quadro e texto escolhido.


    oproblema do blogger tb acontece aqui...
    Nunca sabemos se o comentário vai entrar...beijos,lindo dia,chica

    ResponderExcluir
  6. Bom Dia!!!

    ♥ Patricia, realmente é um quadro africano!
    Ainda bem que não tem dito problemas com blogger, espero que este problema não chegue por ai e termine por aqui!!!


    ♥ Ana, amo de paixão a dança!!! Já fiz dança do ventre por um bom tempo, dança espanhola, dança cigana...risos, fico por ai dançando...mas como todo exercicio precisa de treino, estou pensando em voltar para fazer aulas!!!
    Sobre o blogger, anda acontecendo muitos probleminhas...chato, espero que esta fase passe!!


    ♥ Saulo,infelizmente tivemos esta fase negra na história do mundo, fase de pura arbitrariedade, ignorância e desumanidade!!
    Temos que vigiar para que outra fase como esta não volte!!! A Inquisição foi um ato primitivo!


    ♥ Chica, obrigada querida!!
    Não estou conseguindo entrar no painel principal do blogger...os comentarios é um mistério, não sabemos se vai ficar ou não!!!


    Abraços Fraternais!!!
    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  7. Que lindo quadro! Tão real e cheio de significado.
    Amei também esse seu cantinho, parece ser muito chique, viu.:)

    Escolheste bem o texto para ilustrar o quadro ou vice-versa.

    Para já a Casinha não foi afectada por esse erro, Deus me livre que eu fico pior que barata tonta.

    Paz e muita luz para o seu dia!

    Beijinhos da Formiguinha

    ResponderExcluir
  8. ♥ Olá Formiguinha!!!

    Obrigada por suas palavras gentis!!Eu gosto muito desde quadro!!!

    Ainda bem querida, que tua casinha não foi atacada pelo erro 404, risos!! Aff..um horror!!
    Espero que passe!!!

    Beijinhos ILUMINADOS!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Robertata,
    Também tenho enfrentado este problema. O google
    não dá passagem para os comentários.
    Lindo quadro. Bela obra de arte.
    Aprecio muito a dança do ventre e sou apaixonada por qualquer tipo de dança.
    Ainda bem que resgatamos nosso valor. Hoje a mulher é o esteio familiar, quiçá do mundo.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Oi Roberta!!! Lindíssimo quadro!!! Linda a mensagem também!!!
    Eu, graças ao Bom Deus nao tenho tido este tipo de problema no blog... qualquer imprevisto que chega, eu ficou preocupada e muito!!!
    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Roberta, que lindo quadro! Parabéns pelo bom gosto que aliás, já é de se esperar de alguém que se mostra de forma tão transparente em uma página virtual.
    Querida essa "angústia existencial" de que fala tornou-se um traço da personalidade feminina moderna e creio também que se deve ao abandono das nossas antigas raízes.
    Beijo no coração e muita paz querida.
    Rosa

    ResponderExcluir
  12. Realmente é um quadro lindo e muito sensual. Tem bom gosto!

    ResponderExcluir
  13. Muito bonito o quadro.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Formiguinha passando por aqui outra.:)

    Encanta-me esse quadro!

    Quando puder passa na minha Casinha que tenho lá uma surpresa.

    Bom fim-de-semana!
    Beijinhos da Formiguinha

    ResponderExcluir
  15. Que seria do mundo sem a mulher?
    Nada!!!!

    Um doce beijo, Anjo Luz!

    ResponderExcluir
  16. O quadro é lindo e forte, impressiona.
    o corpo humano jamais será vulgar. Vulgar é o uso indevido dele, esquecendo que é como vaso sagrado que guarda o espirito eterno.
    beijos :)

    ResponderExcluir
  17. Minha querida e amada irmã,

    Lindíssimo quadro, mas somente pessoas com ALMAS sensíveis conseguem enxergar além das aparências.
    Quanto ao texto de Jawhara, me identifiquei MUUUUITO.
    Hoje com meus 39 anos sei exatamente quando estou no meu período fértil e minha menstruação é um relógio, conheço perfeitamente meu corpo.
    Agora se isto quer dizer que vivo em comunhão com a Natureza e até em conexão com o Universo! Puxa vida, me sinto lisonjeada...afinal é tudo que estamos procurando em nossa existência não é? Procurarmos melhorar cada vez mais.
    Na parte do "Declínio", PERFEITO!!!!
    Foi descrito de forma BRILHANTE!!!, realmente foi tudo o que aconteceu.
    E me lembrou muito do filme "O código da Vinci" em que a protagonista do filme era a última descendente de Maria Madalena(uma história que foi abafada pela igreja, para derrubar a superioridade feminina nas religiões, tornando as mulheres como um símbolo vulgar....na minha opinião!).
    Agora quanto ao "Retorno", pode até parecer que estarei sendo ultrapassada.
    Mas acredito que a mulher acabou se perdendo.
    Hoje o que vemos é um festival de vulgaridade(agora sim!!!), pois ela está tentando provar sua igualdade da pior forma possível, esquecendo sua feminilidade.
    Tomando atitudes que agridem sua essência, e pior que isto, ceifando partes e formas de seu corpo para alcançar a perfeição.
    Sempre em luta de procurar se superar umas às outras...fisicamente.
    E o mais impressionante, é que conceitos tão antigos impostos pelas igrejas, somente HOJE estão ganhando seu verdadeiro propósito...."que era tornar a mulher vulgar".

    Mas você tocou num assunto que traz á tona todas as formas de recuperar a feminilidade - "A dança do ventre".
    Ela traz um grande retorno às raízes femininas, uma ligação ao seu Poder Pessoal.
    Porque somos isto....Seres Especiais, que trazemos em nossa mais profunda essência, todas as Energias capazes de transmutar TUDO, e vivermos em harmonia com o Universo.

    Querida AMEI sua postagem, estou até imprimindo para ficar comigo.
    Um enorme beijo em seu coração e tenhas um final de semana abençoado!

    ResponderExcluir
  18. p.s.= Lindo vídeo!!!
    Há uns quatro anos fiz algumas aulas de dança do ventre(em São Paulo).
    Assistindo ao vídeo fiquei morrendo de vontade, (quem sabe eu procure aqui em Goiânia alguma escola.....)
    Beijos amada!

    ResponderExcluir
  19. Namastê!

    ♥ Vera, o problema por aqui aumentou, agora não estou conseguindo entrar no painel principal do blogger, risos!!! Afff... vamos ver no que vai dar!!!

    ♥ Valéria, Obrigada!! Que bom que o problema não chegou por ai...aqui vai de mal a pior, risos!!!

    ♥ Rosa querida, obrigada!! Amei seus comentários e concordo com eles!!!

    ♥ Mariana, Obrigada!!!

    ♥ Joana, que bom vê-la!!!

    ♥ Formiguinha, vou passar na sua casinha querida!!! Estou indo já...

    ♥ Jorge, risos!!! O Mundo seria muito pior sem as mulheres, hã!? Graças a DEUS que existimos,rs!!!

    ♥ Jeanne, o nú jamais será vulgar, a vulgaridade esta nas atitudes!!! Concordo plenamente com cada palavra digitada!!!

    ♥ Lú Luz, AMEIIIIII...TUDO que escreveu!!! Bravoooo...
    "...Seres Especiais, que trazemos em nossa mais profunda essência, todas as Energias capazes de transmutar TUDO, e vivermos em harmonia com o Universo..."
    Mantermos conectadas com a Natureza e consequentemente com o Universo amiga,é SAÚDE!!!
    O Costume antigo tem que ser resgatado, é pura magia!!!
    P.S -> Procure sim as aulas de dança, eu também tenho que fazer o mesmo!!!
    Beijos no seu ♥ irmã querida!



    Fim de Semana ABENÇOADO para todos!!!
    Paz e Luz!!

    ResponderExcluir
  20. Oi minha linda. Boa tarde!
    Adorei! O quadro é lindo!
    Tenha uma linda tarde de domingo e um excelente começo de semana. Bjus...

    ResponderExcluir
  21. ♥ Olá Arione!!!

    Obrigada querida!!!
    Tenha uma Semana ILUMINADA!!!

    ResponderExcluir
  22. Que sensualidade, minha nossa! Mi padrecito de dios!
    Nunca duvidei que é no ventre que as mulheres trazem a vida, todas elas...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  23. Um encanto, incluindo a música e dança do video.
    Xerosssssssssss

    ResponderExcluir

♥ Obrigada pelo comentário, sua opinião é muito importante! Beijinhos Iluminados!

Gratidão!

Gratidão!